Caridade no Terreiro Pai Oxala e mãe Iemanjá

Muitas vezes nos perguntam se o nosso Terreiro cobra por consultas ou trabalhos e a resposta é invariavelmente não! Para surpresa e espanto de muitos. Não temos nada contra aqueles que cobram pelos serviços prestados desde que trabalhem com seriedade; no entanto este terreiro foi aberto na condição de ser uma casa que colocasse ao alcance de todos, inclusive os mais desfavorecidos, o auxílio espiritual! Condição esta colocada pela Coroa Espiritual da Casa.Para esclarecimento daqueles que o pretendam saber transcrevo em resumo a forma como trabalhamos e nos financiamos: As consultas são em numero limitado e num máximo de 7 por médium por sessão de consulta sendo solicitado 1 euro de contribuição facultativa para auxilio nas despesas do Terreiro, inclusive o café, o chá e água que colocamos à descrição! Existe uma caixa de donativos onde todos os que possam e desejam contribuir o façam com total anonimato.Frequentemente são facultados banhos de ervas e confeccionados os ingredientes para os trabalhos que são trazidos pelos consulentes (cada um adquire os materiais indicados em consulta previa com a entidade e traz ao terreiro para os trabalhos necessários). As despesas fixas da casa (renda, agua, luz, gás) são pagas com base na contribuição mensal de 35€ que cada membro do corpo mediunico (mediuns e cambonos) além de alguns membros honorários pagam e claro está nos donativos. Acresce que nem sempre os membros do corpo mediunico podem pagar por dificuldades momentâneas ou mais prolongadas, sendo que nestes casos e com autorização da hierarquia do Terreiro, costumam ser dispensados de pagamento. Também a hierarquia da casa paga a sua mensalidade tal como qualquer outro membro. Desta forma, temos podido estar de portas abertas desde 2003! É um facto que temos um Terreiro humilde e por vezes pode faltar algum conforto de ordem material, mas esta é a casa que todos nós decidimos abraçar, precisamente porque nela se encontra o valor da Caridade e assistencialidade para com a Sociedade. Sem descriminar. Esperamos poder honrar sempre a Oxalá e a Iemanjá a quem devotamos o trabalho desta casa, aos demais Orixás, à Coroa Espiritual desta casa e a todas as entidades espirituais que sempre nos têm auxiliado.

 

Francisco de Ogum

Pai pequeno

Terreiro de umbanda pai Oxalá e mãe Iemanjá

publicado por Terreiro Pai Oxala Mae Iemanja às 17:42 | comentar | favorito